Home    Informações    ANUNCIE AQUI    Forum  

 

Surgimento do Chevette

Em 1973 foi lançado o Chevette no Brasil, ele tinha um motor 1.4 a gosolina com comando de valvúlas no cabeçote acionado por correia dentada.
Passados os anos o sucesso em 1980 lançaram uma versão a álcool, com ignição eletrônica de série (torno-se opcional nos modelos a gasolina em 1982). Em 1980 foi lançado o motor a gasolina como opcional para as versões Hacth e Marajó. Já em 1981 lançaram o chevette Hacth S/R. E a partir de 1982, somente o chevette SL Faixa preta, nas versões Sedan, Hacth e Marajó, com o motor de fábrica de 1.6. Somente a versão Standard e L do Chevette ainda eram produzidos com o motor 1.4. Em 1983 o motor de 1.6 recebeu uma versão a álcool que estendeu-se a todo linha do chevette, com câmbio de 5 marchas, em 1983 a versão 1.4 deixou de ser vendida no Brasil e somente foi fabricada para exportação, o motor deste carro era de carburação dupla até 1983, e em 1984 passou a usar carburação simples que durou até 1987, neste ano o motor passou por uma reformulação. Reformulação esta que era nos pistões que passaram a pesar 92g e das bielas 83g; colocaram um novo carburador duplo com o segundo estágio que era acionado somente em quando o carro alcançava altas rotações. Nesta reformulação tambem mudaram o desenho do coletor de admissão, reduzindo a perda de carga dos gases de alimentação, passando assim a ser conhecido como 1.6/S (linha 1988). Em 1992, a GMB impressionada com osucesso do Uno Mille Lançou o Chevette Junior aproveitando tambem o incentivo do governo para a produção de carros com cilindrada menor que 1000cm3, este motor possuia o diâmetro e curso de cilindros menores resultando na redução da capacidade cúbica. Em razão do mercado esta versão durou apenas um ano e a GMB passou a produzir somente o Chevette L, com motor 1.6/S a gosolina e álcool.

Chevette Black-Magic


   
© 2017 Terceiro Milênio Informática ® Chevette e-ERP - Terceiro Milênio Informática